linkaki

Rebelião no STF para salvar Lula da cadeia, diz El País



O site El País publicou na noite desta terça-feira, 20, uma matéria afirmado que está em curso "Rebelião no STF força juízo de ação que pode beneficiar Lula e outros investigados na Lava Jato"

Segundo a publicação, A presidenta do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, tornou-se uma refém de partidos políticos, advogados e até pela maioria de seus colegas de Corte" no sentido de forçá-la,  a aceitar uma tentativa de que seja jogada uma boia de salvação para centenas de políticos investigados pela operação Lava Jato. E o primeiro a ser salvo seria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado a 12 anos e um mês de prisão, em segunda instância, pelos delitos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro".

Com base no entendimento atual, Lula pode ser preso ao final da análise de seu embargo no TRF-4, marcado para o próximo dia 26. Advogados e ministros do STF correm agora contra o tempo para salvar Lula da prisão. Segundo a Publicação, "os ministros querem que Cármen coloque em julgamento duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) em que o Partido Ecológico Nacional e a Ordem dos Advogados do Brasil pedem ao STF que o cumprimento de penas ocorra apenas quando as ações forem julgadas por todas as instâncias".

Ainda segundo o El País, "Ainda não há data para esse julgamento ocorrer, pode ser que haja uma inversão de pauta nesta quarta-feira e os ministros passem a analisar as duas ADCs. Diante da indefinição, a terça-feira foi de temperatura elevada entre os ministros da Corte. A presidenta havia dito em entrevista à Rádio Itatiaia que participaria de uma reunião informal entre os 11 magistrados para cada um se manifestar sobre o que deveria ser feito com relação a esse julgamento". Isto significa que esta quarta-feira, 21, pode ser o dia "D" nesta batalha para livrar Lula da cadeia. De quebra, centenas ou milhares de criminosos poderosos na mesma situação do petista, condenados ou prestes a serem condenados em segunda instância, também poder ser ver livres da prisão por tempo indefinido. Como criminosos poderosos possuem recursos para apelações infinitas nas instâncias superiores, a derrubada do entendimento em vigor pode significar a restauração da impunidade dos poderosos no Brasil 

Informe seu Email para receber notícias :