linkaki

O silêncio sobre dezenas de milhões encontrados nas contas de Lula e de sua falecida esposa



O ex-presidente Lula já teve R$ 16 milhões em bens e dinheiro bloqueados na Justiça por determinação do juiz federal Sérgio Moro. O objetivo do confisco dos valores é reembolsar a Petrobras por prejuízos causados pelo petista à estatal. Além dos cerca de R$ 9.6 milhões em dinheiro bloqueados nas contas de Lula, o inventário da ex-primeira dama Marisa Letícia, morta em fevereiro de 2017, revelou que a mulher do ex-presidente mantinha quase 12 milhões de reais espalhados em várias contas. Somando apenas os valores em dinheiro do casal, são mais de 20 milhões de reais.

A maior parte destes recursos, segundo as instituições financeiras, foi depositada em um dia. Mas ao que tudo indica, ninguém quer mantes este assunto vivo. O silêncio do ex-presidente Lula, de grupos de comunicação, de setores do Judiciário  e  da esquerda sobre o tema é desconcertante.

O homem que dizia ter orgulho de ser pobre, que criticava as elites do olho azul com aquela conversa de analfabeto é o ex-presidente mais rico do Brasil. De onde tirou tanta grana de uma vez? Teria sido parte dos R$ 12 milhões que a Odebrecht destinou à compra de um terreno em São Paulo? Ou teria sido parte do R$ 240 milhões que Joesley Batista disse que mantinha na Suíça e que sacava em dinheiro para o petista?



A BrasilPrev confirmou que “O participante fez um aporte único, em 6 de junho de 2014”, informou  a instituição, confirmando os investimentos que Lula fez em apenas um dia, no valor total superior a R$ 9 milhões. Os depósitos nas contas da ex-primeira dama também ocorreram por volta da mesa ocasião.  A parte de Lula, devidamente bloqueada pelo juiz Sérgio Moro, é a prova material de que o petista enriqueceu à custa da corrupção com empresários bilionários que se valiam do dinheiro surrupiado dos cofres públicos durante os governos do PT. Já os cerca de R$ 12 milhões da ex-primeira dama, nada foi feito. Lula é o principal beneficiário do dinheiro.

Informe seu Email para receber notícias :