linkaki

Lula, o criminoso condenado, diz que é candidato. Alguns safados da imprensa, do Judiciário e da esquerda torcem pelo bandido



Desafiando qualquer noção de bom senso e contando com a conivência de autoridades com o rabo preso, o ex-presidente Lula, um criminoso condenado, corrupto e baderneiro profissional, continua desfilando livremente pelo país se dizendo candidato à Presidência da República.

O cidadão honesto e envergonhado aos olhos do mundo civilizado deve se perguntar como isso é possível: o fato é que não há mais como ignorar a possibilidade de que alguns ministros da mais alta corte do país, o Supremo Tribunal Federal (STF), devem muitos favores impublicáveis ao bandido que assaltou os cofres públicos ao longo de mais de uma década e meia.

Por mais absurdo que pareça, Lula ainda é tratado como pré-candidato à Presidência por grupos de comunicação, como a Rede Globo. Os debates em torno da possibilidade de Lula é disputar a eleição, por mais vergonhosos que sejam, ocupam os jornais, colunas e sites de grandes meios de comunicação do país.

Políticos, jornalistas, intelectuais e artistas de esquerda fingem ignorar que Lula não é apenas um criminoso condenado em duas jurisdições pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, mas também é réu em outras seis ações penais e alvo de outros tantos inquéritos criminais.

Apesar do vasto histórico de crimes atribuídos ao petista, dos desvios bilionários dos cofres públicos, da quase falência da Petrobras, de ser o responsável direto pela maior recessão da história do país que ceifou os empregos de 14 milhões de trabalhadores, Lula ainda conta com a conivência, cumplicidade e guarita de setores da imprensa, do Judiciário, de servidores federais e de outros setores que mamaram o dinheiro do contribuinte ao longo dos governos do PT. 

Lula, apesar de ter se tornado ficha suja, continua ignorando as leis e fazendo campanha livremente pelo país. As autoridades que deveriam zelar pela Justiça, estão a serviço do ladrão, protegendo-o e livrando-o da prisão, numa clara tentativa de permitir que o criminoso condenado consiga disputar a eleição e reconduzir o país para as mãos dos mesmos grupos que se apropriaram do dinheiro do contribuinte durante tantos anos. 

Informe seu Email para receber notícias :