linkaki

Lula, o condenado, deve apresentar várias soluções para a economia em carta com sua plataforma eleitoral



Ex-presidente Lula, condenado a uma pena de mais de 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em sua primeira de sete ações criminais, pretende apresentar sua plataforma eleitoral visando a eleição presidencial de 2018. Seria uma reedição da famosa Carta ao Povo brasileiro, de 2002, escrita por poetistas, como o ex-ministro Antonio Palocci, hoje preso em Curitiba.

Ignorando que o petista se tornou inelegível ao ser condenado em 2.º grau pelo TRF-4 em janeiro, a Folha divulgou esta semana informações preliminares sobre o tal do "manifesto que Lula pretende apresentar sua plataforma eleitoral".

Segundo a Folha, Lula "defenderá o fim do teto dos gastos públicos", "combater a desigualdade", "atacar os desequilíbrios da Previdência e promover mudanças no sistema tributário, desonerando os mais pobres e aumentando os impostos dos mais ricos".  “Agora vamos radicalizar, indo à raiz dos problemas”, teria dito o próprio Lula a aliados num encontro recente, garante a Folha.

Em tese, caso não seja preso, Lula promete fazer tudo aquilo que deixou de fazer durante os mais de treze anos em que ele e o PT estiveram no poder, quando aumentaram a desigualdade no país distribuindo bilhões do dinheiro do contribuinte a empresários corruptos em troca de comissões criminosas. Lula, Dilma e o PT concederam aumentos acima da média para a elite de servidores do país, aumentaram o fosso que separa o trabalhador dos servidores na Previdência, concederam privilégios vergonhosos como auxílio-moradia e outros penduricalhos a juízes e procuradores da República e promoveram o maior aparelhamento da máquina pública usando o dinheiro do povo.

Isto significa que, mesmo que por algum milagre não seja preso e consiga concorrer nas próximas eleições, (isto aqui é Brasil mesmo, terra de Supremo bolivariano), Lula e seus subordinados não possuem nada de concreto para oferecer ao povo, a não ser as mesmas mentiras de sempre. 

Informe seu Email para receber notícias :