linkaki

Lula não é mais útil nem como cabo eleitoral. Maioria dos brasileiros não votaria de jeito nenhum em candidatos indicados pelo petista



Embora o ex-presidente Lula ainda apareça entre os favoritos para disputar a preferência do eleitorado nas eleições presidenciais de 2018, alguns aspectos importantes da pesquisa divulgada pelo Data Folha neste fim de semana trazem mais dados negativos do que positivos para o petista.

Como candidato, Lula é uma fraude, já que foi condenado em segunda instância e foi incluído na Lei da Ficha Limpa. Na prática, Lula é ficha suja e não pode sequer registrar sua candidatura. Por mais que o petista e seus subordinados falem em judicializar sua campanha, as autoridades eleitorais do país já se pronunciaram sobre a inviabilidade de qualquer iniciativa neste sentido.

Por outro lado, qualquer pesquisa incluindo o nome do petista também é inócua, uma vez que Lula deve ser preso nas próximas semanas. Mesmo que consiga progredir para um regime de prisão domiciliar, terá que usar tornozeleira eletrônica e uma série de restrições, como ter de se recolher todas as noites, etc.

Além de todos estes aspectos embaraçosos, Lula é rejeitado pela maioria dos brasileiros, que o apontam como o responsável pelo governo mais corrupto da história do Brasil.

Lula não consegue ultrapassar a barreira dos 30% de preferência do eleitorado em todas as pesquisa feitas de um ano para cá, segundo o Datafolha. O petista ainda é formalmente rejeitado pela maioria dos eleitores, que também não votaria de jeito nenhum em candidatos do PT ou indicados por Lula. Isto significa que uma indicação de Lula pode acabar prejudicando qualquer candidato na disputa presidencial. Não é por acaso que externos aliados como Ciro Gomes e Marina Silva tentam se descolar da figura de Lula neste ano eleitoral.



Informe seu Email para receber notícias :