linkaki

Lula diz que não há no Poder Judiciário ninguém mais honesto que ele



O ex-presidente Lula recorreu novamente ao discurso da alma mais honesta do país na manhã desta quinta-feira, durante discurso na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Alba).

O petista firmou que “não há no Poder Judiciário ninguém mais honesto do que eu”. O petista falou durante o Encontro Internacional Parlamentar. Há poucos dias, o petista havia afirmado que estava pronto para ser preso, mas ao que tudo indica, algo mudou nos bastidores do Judiciário em Brasília.

— Com que direito um menino que acabou de sair de faculdade de direito, que o pai bancou cursinho por três anos para passar em um concurso vai me colocar como suspeito? É por isso que não dou o direito. Estou me insurgindo contra isso. Muitas vezes a classe política tem medo, se acovarda. Quando um procurador vai para televisão dizer que queria invadir cada gabinete, a classe política deveria chamá-lo para explicar o que ele quer dizer com isso, bradou o petista.

O ex-presidente voltou a criticar a apresentação do procurador do Ministério Publico Deltan Dallagnol sugerindo que os mais de dois milhões de filiados ao PT deveriam ter entrado com ações contra o procurador.

— Dizendo isso não estou afrontando a Justiça, estou defendendo meu caráter, minha honra. Reivindico que eles (ministros do STF) leiam o processo. Se apresentarem uma vírgula de crime, que eu seja condenado. Agora, se eu não cometi nenhum crime, esses meninos que pensam ser os donos da verdade deveriam ser exonerados.

Lula parece ter recobrado a confiança na impunidade: mexeram com gosta de brigar. Eu acho que é uma oportunidade que temos para colocar as coisas no devido lugar. A classe politica tem que se fazer respeitar. O Judiciário tem que cumprir ipsi literis a Constituição. A Suprema Corte é garantidora desta regra. Se não for, todos nós estaremos perdidos neste País, alegou o petista.

Informe seu Email para receber notícias :