linkaki

Inversão de valores. Líderes do MST e PT reclamam de trabalhadores que bloquearam o caminho dos desocupados



O líder do MST, João Pedro Stédile e o ex-presidente Lula reclamaram bastante quando trabalhadores rurais impediram o acesso da caravana do petista a várias cidades da região Sul do país ao longo da última semana.

Revoltado com os bloqueios e chuvas de ovos atirados contra Lula e seus subordinados, Stédile, que também levou algumas ovadas, exigiu uma reação forte de seus discípulos baderneiros e orientou os membros de seu grupo a pichar todos os muros que encontrarem livres com os dizeres “Lula inocente; Lula presidente”.

A diferença básica no caso dos bloqueios é que Stédile, o MST e o PT de Lula usa gente desocupada para impedir que os trabalhadores, empresários e profissionais liberais cheguem ao seu local de trabalho. Já no caso dos das manifestações contra a presença de Lula na região Sul do país, foram os trabalhadores que impediram que um bande de desocupados entrassem em suas cidades para criar transtornos e ofender autoridades, como costumam fazer o próprio Stédile, Lula e outros petistas que usam os palanques para ofender o juiz Sérgio Moro. 

Informe seu Email para receber notícias :