linkaki

E-mails comprovam a relação da Odebrecht com Lula. Petista sabia da conta de propina na empreiteira



Novos documentos entregues ao juiz federal Sérgio Moro esta semana comprovam a relação do ex-presidente Lula com a Odebrecht  Por meio de sua defesa, o empresário Marcelo Odebrecht entregou 43 e-mails trocados entre 2008 e 2013 ao magistrado responsável pela 13.ª Vara Federal do Paraná.

Segundo o Jornal Nacional, "As mensagens estavam no computador pessoal de Odebrecht e, conforme os advogados, reforçam o que Marcelo disse na delação premiada sobre a relação da Odebrecht com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Marcelo Odebrecht conseguiu acessar as provas somente agora que está cumprindo prisão domiciliar. Apesar do atual regime de prisão, empresário ainda é um delator e colaborador da Lava Jato e deve se esforçar para fornecer provas sobre suas delações, sob o risco de voltar para a prisão.

Essa é a terceira remessa de e-mails do computador pessoal que Marcelo Odebrecht encaminha para a Justiça. Agora, Moro deve decidir se esse novo material pode ser usado como prova nos processos.

Em um dos emails, entregue pela defesa de 21 de junho de 2011, Marcelo Odebrecht diz para um ex-diretor da empresa:

"Quando mencionar ao amigo de BG que o acerto do evento foi com italiano/amigo de meu pai, e não com PT, importante não mencionar nada sobre minha conta corrente com italiano pois só ele e amigo de meu pai sabem", diz a mensagem eletrônica.

A mensagem reforça o conhecimento de Lula sobre a conta corrente mantida com o ex-ministro Antônio Palloci, segundo a defesa de Marcelo Odebrecht.

Informe seu Email para receber notícias :