linkaki

A manobra sórdida no STF para livrar Lula da cadeia.



A correria no Supremo Tribunal Federal para livrar ex-presidente Lula da cadeia, e de quebra, milhares de criminosos poderosos, vive nesta quarta-feira, 21, um momento decisivo. Terá início uma verdadeira quebra de braço, diante da resistência da presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, em pautar ações que incluam a revisão da  permissão de prisão de condenados em segunda instância.

 O ministro Celso de Mello aumentou a pressão contra Cármen Lúcia, tentando forçá-la a pautar o reexame do entendimento em vigor na Corte sobre o caso. As insinuações de que algum ministro pode levar a questão a julgamento sem consultar a presidente da Corte é uma forma clara de ameaça de constrangimento contra Cármen Lúcia.

Uma das duas ações que tratam do tema foi apresentada pelo  Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. O relator das ações é o ministro Marco Aurélio Mello, mas Celso de Mello não descartou fazer tal movimento. A ideia dos ministros é a de forçar reexame da prisão em 2.º grau. As ações estiverem bem perto de serem apresentadas à revelia na quinta-feira passada, o que ainda pode ser  ser feito nesta quarta-feira por algum ministro.

Segundo o site O Antagonista, "Um ministro golpista, hoje à tarde, vai apresentar uma questão de ordem obrigando Cármen Lúcia a pautar o julgamento das ADCs que impedem a prisão dos condenados em segundo grau".

 Indagado se ele mesmo apresentaria essa questão de ordem, Celso disse:

— Não sei. Vamos aguardar amanhã (dia de sessão no plenário do STF).

Informe seu Email para receber notícias :