linkaki

PT já decidiu que próximo presidente eleito democraticamente também será golpista



Ao que tudo indica, esta insistência da esquerda brasileira com a narrativa do golpe não vai acabar tão cedo. O PT já se adiantou aos fatos e informou por meio de seu site que próximo presidente eleito democraticamente não será legítimo, no entender do partido e de seus filiados.

No texto publicado no site da legenda nesta segunda-feira, 5, a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), "sinaliza" que o partido não vai reconhecer o resultado eleitoral da eleição presidencial de outubro caso o ex-presidente Lula seja impedido de disputar o pleito.

“A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, sinaliza que o partido não reconhecerá o resultado das eleições se Lula for impedido de candidatar-se à Presidência da República. 'Sem ela (a candidatura), teremos a ilegitimidade do processo eleitoral e a continuidade da ruptura do pacto democrático que fizemos na Constituição de 1988: voto soberano e eleições livres!, escreve”, diz o texto do site.

Horas mais tarde, a direção do PT entendeu que a declaração atribuída à presidente do partido poderia ser interpretada como uma admissão da possibilidade de Lula ficar fora do páreo e afirmou que a nota divulgada no site foi um 'engano'. 

Informe seu Email para receber notícias :