PT faz inauguração clandestina do viaduto Dona Marisa Letícia e coloca placa em obra pública



O PT não demonstra qualquer respeito com as instituições do país. O ato realizado pelo diretório do partido em São Paulo  na manhã deste sábado (3) é apenas uma prova de como os integrantes da legenda ainda se acham donos do país.

O partido reuniu um grupo de militantes para realizar uma inauguração clandestina
do viaduto Dona Marisa Letícia, que liga a Estrada do M'Boi Mirim à avenida Luiz
Gushiken, na zona sul de São Paulo. A inauguração oficial no início de janeiro foi cancelada
pelo prefeito João Doria.

No carro de som, discursaram vereadores, deputados estaduais e lideranças do PT, como Luiz
Marinho, Rui Falcão, Eduardo Suplicy e os ex-ministros Alexandre Padilha e Eleonora
Menicucci.

Militantes convocados pelo partido se concentraram num canteiro ao lado da obra. Marisa, que morreu há um ano, aos 66 anos, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), era investigada na Lava Jato, acusada de crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. A ex-dona de casa e vendedora da Avon deixou em suas contas cerca de R$ 11 milhões. O ex-presidente Lula é o principal beneficiário da herança.

Mas como nenhuma inauguração clandestina que se preze pode ocorrer sem uma placa, o próprio PT providenciou sua placa não oficial. Sob gritos de "olê, olê, olá, Lula... Lula" e "Marisa, presente", petistas descerraram uma placa feita pela própria militância do partido 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget