linkaki

Prisão certa. Lula reclama que não há ninguém que possa resgatá-lo hostiliza subordinados



Lula não quer ser visto, não quer ser fotografado e não quer ser entrevistado. O motivo é bem simples. Os portões do complexo-médico penal de Pinhais já estão abertos para o petista, que deve ser preso dentro de poucas semanas.

Lula tem reclamado pelo fato de ter comandado o país ao longo de quase uma década e meia, e agora, no momento que mais precisa de ajuda, não encontra ninguém para resgatá-lo da prisão certa. O petista tem demonstrado impaciência ainda com o fato de haver mais como se desvencilhar da condição de criminoso condenado.

O jornalista Josias de Souza, do UOL, descreve bem como estão sendo estes últimos dias de liberdade do ex-presidente:

“Nos últimos dias, Lula exibe um temperamento corrosivo. Irritadiço, pronuncia um palavrão atrás do outro. Já não exibe o mesmo sentimento de invulnerabilidade que ostentava há duas semanas. Aos poucos, percebe que era prisioneiro de uma fábula. Vivia a ilusão de ser o protagonista de uma ofensiva política. Contava com a solidariedade de multidões inexistentes. E imaginava que, criando um clima de conflagração, conseguiria amedrontar o Judiciário. Deu tudo errado (…)".

Como foi condenado por unanimidade pelos três desembargadores do TRF-4, o embargo de declaração de Lula serve apenas para requerer esclarecimentos sobre pontos eventualmente obscuros da sentença. Mas não altera o veredicto em nenhuma instância, Lula é um criminoso condenado lutando para responder em liberdade por seus crimes,

Informe seu Email para receber notícias :