PF ouve testemunha sobre negócios de Lula com a OI. Ex-diretor da empresa de Jonas Suassuna, um dos donos do sítio em Atibaia, falou durante 11 horas



Enquanto o ex-presidente Lula se ocupa em posar de vítima de perseguição política, a Polícia Federal se encarrega de dar continuidade às investigações criminais envolvendo o petista. Segundo o colunista Lauro Jardim, o ex-diretor da da empresa de Jonas Suassuna, Marco Aurélio Vitale, prestou um longo depoimento na sede da PF em Curitiba.

Jonas Suassuna é sócio de dois filhos de Lula e um dos donos, no papel, do sítio em Atibaia.  O ex-diretor de sua empresa falou com a Polícia Federal sobre negócios com empresa de telefonia Oi ao longo de 11 horas de depoimento durante dois dias. Segundo Lauro Jardim, " O centro de seu depoimento foram repasses feitos pela Oi às empresas de Suassuna"

Jonas Suassuna é dono da Editora Gol e sócio de Fábio Luís Lula da Silva (Lulinha) na empresa BR4 Participações (Gameport). As duas empresas receberam repasses milionários da Oi. A PF quer saber se parte deste dinheiro foi usado para comprar o sítio em Atibaia, num esquema de lavagem de dinheiro para ocultar o verdadeiro dono da propriedade rural. O sítio foi inteiramente reformado pelas empreiteiras OAS e Odebrecht para atender exigências do ex-presidente Lula e de sua mulher, Marisa Letícia, morta há um ano. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget