linkaki

Ministro da Segurança Pública rasga o verbo e detona quem reclama da insegurança de dia e consome drogas à noite



A situação para os usuários de drogas que financiam o crime organizado tende a se tornar cada vez mais insuportável perante a sociedade que tem se tornado cada vez mais refém de facções criminosas. Além das vítimas inocentes das balas e fuzis adquiridas com o dinheiro que os usuários de maconha, cocaína e crkak enregam nas mãos dos traficantes todos os dias, os gastos do país com segurança também saem dos bolsos do contribuinte.

Esta é uma realidade que até bem pouco tempo, nenhuma autoridade do país tinha coragem de confrontar abertamente. Parece que o jogo virou. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, criticou nesta terça-feira (27) quem fica reclamando da insegurança no Rio de Janeiro durante o dia e, à noite, consome drogas.

Jungmann deu a declaração ao se dirigir ao presidente Michel Temer durante a cerimônia de posse, no Palácio do Planalto. Ex-ministro da Defesa, ele atuou nas negociações que resultaram na intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

"Me impressiona, presidente, por exemplo, no Rio de Janeiro, onde eu vejo durante o dia as pessoas clamarem contra a insegurança, clamarem contra a violência, clamarem contra o crime – e estão corretas – e à noite financiarem esse mesmo crime, através do consumo de drogas".

Raul Jungmann

Informe seu Email para receber notícias :