linkaki

Lula faz show de cinismo explícito com o PT em fazenda de Eike Batista, invadida pelo MST



Após pagar fiança dede R$ 52 milhões, o empresário Eike Batista conquistou o direito de permanecer prisão domiciliar. Eike é acusado de pagar US$ 16,5 milhões em propina para o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) para conseguir vantagens para seus negócios no Rio, financiados com dinheiro do BNDES liberados por Lula e Dilma do PT. O empresário confessou que repassou propina ao ex-ministro Guido Mantega. O petista confirmou que recebeu os recursos e disse que o dinheiro foi repassado para a campanha da ex-presidente Dilma Rousseff.

O curioso é que, ao contrário de Lula, Eike Batista ainda não foi condenado formalmente por seus supostos crimes, mas já esteve encarcerado e pagou uma fiança milionária para continuar preso em casa. Lula já foi formalmente condenado em primeira e segunda instância pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, e ainda está livre, leve e solto.

Tão solto que o petista resolveu participar de um show de cinismo explícito e agendou uma visita para a próxima quarta-feira (21/2) a um acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, o braço político do PT mais conhecido pelo acrônimo MST.

Mas como cinismo pouco é bobagem quando se trata de Lula, do PT e do MST, o ato político ocorrerá em uma fazenda do empresário Eike Batista na Região Metropolitana de BH,, ocupado pelo MST desde março de 2017. Como se vê, com Lula, é tudo junto e misturado.

Informe seu Email para receber notícias :