linkaki

Intervenção foi péssimo negócio para Lula e o PT. Representa a esperança do por Justiça e inibe ministros ações contrárias a este espírito por parte de ministros STF



Acaba de desembarcar no Rio de Janeiro o Batalhão de Forças Especiais do Exército, uma tropa de elite militar altamente qualificada que conta com aproximadamente 2 mil homens. São soldados forjados para operações que requerem alto nível de especialização, incluindo missões noturnas baseadas em informações de inteligência com vistas à eliminação de alvos hostis.

A chegada do Batalhão de Forças Especiais do Exército ao estado representa um reforço na esperança já revigorada da população do Rio de que finalmente o crime organizado será confrontado por homens dispostos a colocar um fim no drama da vida dos moradores do asfalto e das comunidades.

Mas esta esperança não contagia apenas a população do Rio de Janeiro, Todo o país tem sido solidário à iniciativa e muitos moradores de outras regiões do país agora nutrem a esperança de que a intervenção federal chegue logo aos seus estados. É a fé de algo possa ser efetivamente feito no sentido de sinalizar para os criminosos de todo o país de que o Estado pode se fazer presente, interpondo-se entre o cidadão e os bandidos, colocando estes em seus devidos lugares.

Embora muitos bandidos insistam na narrativa de que são parte da sociedade, o fato é que são marginais trapaceiros que devem ser banidos do convício social. Esta convicção está sendo cada vez mais fortalecida diante da perspectiva real de combate ao crime organizado nos morros, palácios e batalhões do Rio de Janeiro.

Neste aspecto, para o ex-presidente Lula, PT e alguns ministros do STF, a intervenção no Rio não poderia vir em hora tão inapropriada. O petista foi recentemente condenado na segunda instância, fato que o coloca irremediavelmente numa cela de presídio em virtude da regra em vigor sobre os procedimentos legais quanto a este tipo de caso. No Brasil, vigora o entendimento de que que condenados em segunda instância iniciem o cumprimento da pena, enquanto recorrem à instâncias superiores. Diante do espírito que varre o Brasil de esperança pelo prevalecimento da Justiça sobre os criminosos, será difícil que alguns ministros do STF se curvem às suas conveniências e compromissos pessoais para frustrar o resgate da esperança de uma nação por Justiça. A intervenção federal no Rio deve ajudar a colocar Lula na cadeia. 

Informe seu Email para receber notícias :