Gabriel, o Pensador apologista da maconha que arma o tráfico fazendo rima no Fantástico contra violência no Rio



O cantor Gabriel O Pensador fez uma participação no fantástico deste domingo protestando contra  a realidade de insegurança no Rio de Janeiro. Na maior hipocrisia, o cantor apologista da maconha tentou posar de bom moço, homenageando  crianças que foram vítimas da violência registrada no estado.

Através da apologia ao uso de maconha em suas letras, Gabriel O Pensador ajuda a financiar o tráfico de drogas nos morros do Rio. São os usuários de drogas os maiores responsáveis pela fortalecimento do crime organizado no Estado. Sem o dinheiro dos usuários, não teriam como comprar armas poderosas, corromper policiais e aliciar jovens para o tráfico.

Há poucos dias, Gabriel O Pensador também fez apologia à violência, sugerindo a morte do presidente Michel Temer. O cantor sugere claramente a decapitação do chefe do executivo no rap 'Tô Feliz (Matei o Presidente) 2'

"Na comemoração tem a decapitação
Cabeça vira bola e a pelada vai rolar
Corta essa cabeça dele sem perdão
Porque essa cabeça rolando vale mais do que o Neymar"

Gabriel O Pensador admitiu que estava furioso quando fez o rap de protesto contra o governo do presidente Michel Temer. Além de defensor da liberação da maconha, o rapper é um aticista de esquerda descontente com a queda de Dilma e a iminente prisão do ex-presidente Lula, assim como a maioria dos funcionários da Globo.




Os desafios envolvendo questão do tráfico de drogas se ampliaram de forma incontrolável e contribuem de forma sistemática para o esgarçamento do tecido social. O país tem assistido a uma sucessão de crimes que têm relação direta com a utilização e comércio das drogas. causa central nos conflitos armados no Rio de Janeiro.

Todos esses lamentáveis episódios esquentam a discussão da política de atendimento ao usuário de drogas, em especial nesse momento de intensa criminalidade e violência urbana, decorrente do narcotráfico.

De acordo com a Lei 11343/06 o usuário é aquele que: “adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar”. O usuário é a razão de existir do traficante, o único financiador do crime organizado. Sem o usuário, não haveria tráfico. Mas ocorre que há um estímulo para que cada vez mais jovens se tornem usurários de drogas.

O usuário é a força condutora do tráfico de drogas catalisadora da violência na sociedade contemporânea. Esta é a contribuição do usuário ao tráfico de drogas, o cliente do traficante, o financiador da guerra urbana que causa a morte de inocentes e escraviza jovens. Parabéns, Gabriel O Pensador, Marcelo D2 e todos os babacas que fazem canções exaltando a maconha.
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget