linkaki

Dilma reconhece que PT precisa parar de usar dinheiro roubado do povo em campanhas



Não é novidade que sempre que a situação aperta para o algum integrante do PT, logo surgem as manifestações de integrantes do partido no sentido de assumir os malfeitos de 'alguns membros da legenda'. 

Vários petistas ilustres, a maioria investigados por crimes de corrupção, já se pronunciaram publicamente sobre a necessidade do PT assumir que usou dinheiro roubado do povo em suas campanhas. Foi assim com Gleisi Hoffmann, Humberto Costa, Eduardo Suplicy, Tarso Genro, Gilberto Carvalho, entre outras estrelas de primeira grandeza.

Apesar do sinais claros de reconhecimento sobre a cultura de corrupção do PT manifestados publicamente por membros da alta cúpula do partido terem causado constrangimentos entre os artistas, aliados políticos e ativistas da esquerda, um dos relatos mais chocantes neste sentido foi feito por ninguém menos que a própria ex-presidente Dilma Rousseff.

Acuada diante dos fatos revelados pelo casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura, a petista tentou colocar a culpa no PT pelo uso de dinheiro roubado da Petrobras. Está registrada em vídeo a declaração em que a petista afirma que o PT precisa rever a cultura de usar dinheiro roubado do povo para financiar suas campanhas.

"Eu acredito que o PT tem de fazer, tem que passar por uma grande transformação. Primeiro uma grande transformação em que se reconheça todos os erros que se cometeu do ponto vista das praticas, tanto do ponto de vista da questão ética da condução de todos os processo do uso de verbas públicas". Não precisava ser mais clara. "verbas públicas" significa dinheiro do povo.

Poucos dias antes, Dilma havia afirmado que a questão do "uso de dinheiro roubado em sua campanha era problema do João Vaccari e do PT".

Acompanhe o trecho em que Dilma reconhece que o PT precisa rever a 'questão ética' e parar de suar dinheiro roubado do povo  verbas públicas).

Informe seu Email para receber notícias :