linkaki

Depois do Catraca Livre contra fantasia de índio, PT deve lançar campanha contra fantasia de presidiário



Após a campanha do politicamente correto lançada pelo “Catraca Livre”, que estabelece “as sete fantasias que não devem ser usadas no carnaval” por serem preconceituosas ou machistas. o PT deve lançar sua própria campanha, incluindo a fantasia de presidiário no grupo de fantasias proibidas neste carnaval.

Logo, a campanha que ganhou a internet com a  #ÍndioNãoéÉFantasia deve ser acrescida da #PresidiárioNãoÉFantasia. Segundo a campanha, pessoas vestidas com estas fantasias devem ser hostilizadas e até mesmo barradas em blocos de carnaval.

A lista de fantasias proibidas pelo Catraca Livre inclui as de Ciganos, Enfermeiras, Iemanjá, Nega Maluca, Árabe e homem vestido de mulher.

— Indígenas existem, resistem e temos cultura. Fantasia de índio é racismo porque discrimina nossa raça, fortalece o estereótipo do índio folclore e a hipersexualização da mulher indígena — diz uma índia participante da campanha.

Seguindo o meso raciocínio, presidiários também existem. Lula pode ser um deles em poucas semanas. 

Informe seu Email para receber notícias :