linkaki

PT cria esquema para cercar prédio de Lula para evitar sua prisão. Petista deve permanecer incomunicável até o julgamento



O ex-presidente Lula está incomunicável há mais de uma semana e foi aconselhado a não se manifestar publicamente até a conclusão do julgamento de seu recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região de Porto Alegre. O colegiado do Tribunal da Lava Jato, que irá se reunir no dia 24 de janeiro, deve anunciar o resultado do acórdão no mesmo dia ou no mais tardar no dia seguinte.

Segundo juristas, Lula poderá ser preso ao final da apreciação dos recursos a que terá direito em caso de confirmação de sua condenação. Diante das ameças que pairam sobre o petista, dirigentes do partido estão tomando providências em várias frentes, visando intimidar as autoridades e oferecer um mínimo de resistência ao processo que pode culminar com o fim da carreira do líder do partido.

Além dos esforços para levar o máximo de militantes e ativistas de esquerda para Porto Alegre nos dias que antecedem o julgamento, o PT convocou aliados para cercar o prédio de Lula em São Bernardo, de onde o petista deverá acompanhar o julgamento. A CUT já confirmou que vai fornecer pessoal para cuidar da segurança do petista.

Segundo a Folha de S. Paulo, o tesoureiro nacional do PT e ex-prefeito de Osasco, Emídio de Souza, afirmou que nem todos os petistas devem a Porto Alegre para acompanhar o julgamento de Lula no TRF-4.

O petista pediu que os militantes “permaneçam em São Paulo para acompanhar o ex-presidente em um ato programado para a noite do dia 24 na avenida Paulista”.

“Temos que cercá-lo. Temos que estar junto dele para mostrar que temos força”, alertou o tesoureiro do PT.

Informe seu Email para receber notícias :