Presidente do Tribunal que vai julgar Lula faz mistério sobre teor da reunião que teve com Cármen Lúcia



Um dos assuntos que mais movimentou as redes sociais neste final de semana foi o encontro solicitado pela presidente Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia com o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Thompson Flores.

Os dois se reuniram na manhã desta segunda-feira (15/1), por cerca de uma hora, para tratar sobre aspectos relacionados ao julgamento do recurso do ex-presidente Lula, marcado para o dia 24 de janeiro. Ao sair da audiência, o desembargador fez suspensa sobre o tero do encontro e disse à imprensa que “qualquer declaração sobre a reunião será dada pela ministra”.

Segundo fontes, os dois conversaram sobre a segurança dos prédios públicos e dos juízes envolvidos no julgamento do ex-presidente, condenado na primeira instância pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo a assessoria do TRF-4, Thompson Flores já havia enviado ofícios tanto a Cármen Lúcia quanto a Raquel Dodge no início deste mês relatando as ameaças e as informações a respeito do caso, repassadas aos órgãos de segurança estaduais e federais para investigação.

-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget