Petrobras vai pedir pema maior para Lula e devolução do dinheiro roubado



A Petrobras escalou o criminalista René Ariel Dotti para defender os interesses da empresa lesada pela organização criminosa comandada pelo ex-presidente Lula. Dotti participará do julgamento de Lula no TRF-4 como assistente de acusação do Ministério Público Federal e pedirá aumento de pena para o petista e devolução do dinheiro roubado da estatal.

Segundo o Estadão, "O criminalista acompanhará parecer do Ministério Público Federal, que pede manutenção da condenação do ex-presidente pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá, aumento de pena – inicialmente estipulada pelo juiz federal Sérgio Moro em 9 anos e 6 meses de prisão -, e pedirá que os recursos recuperados pela Justiça sejam transferidos para os cofres da Petrobrás – elementos que constam no documento já entregue no processo".

Dotti fará sustentação oral dos pedidos da Petrobrás como assistente da acusação logo após a manifestação do procurador regional da República, Maurício Gotardo Gerum – seu ex-aluno da Universidade Federal do Paraná. O chamado ‘assistente do Ministério Público’ é a pessoa física ou jurídica que é vítima, ofendido ou lesado, do crime e colabora para a acusação do réu. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget