Lula deve ser interrogado, já na condição de preso, sobre os outros seis processos em que é réu



O ex-presidente Lula vive seus últimos dias de liberdade e deve responder por seus outros processos já na condição de preso. A derrota de seu recurso por unanimidade no TRF-4 no dia 24 de janeiro impôs ao petista um a limitação repentina de seus dias fora da cadeia. Condenado com agravo da pena de nove para 12 anos, o petista só poderá retardar a decretação de sua prisão até o mês de março, no máximo.

Será na condição de preso que o petista deverá ser interrogado em uma sequência de mais seis processos em que é réu. O caso do triplex que culminou em sua condenação pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro é o mais brando. Na sequência, já como hóspede do Complexo Penal de Pinhais, o petista deverá responder por casos bem mais graves, como o recebimento de vantagens indevidas da Odebrecht e o do sítio em Atibaia, um dos mais repletos de provas incriminadoras contra o petista.

Lula terá que explicar o fato dos donos, no papel, mal terem pisado na propriedade rural, enquanto ele passou nada menos que 111 finais de semana no sítio, usufruindo das belas reformas feitas pela OAS e Odebrecht, pescando no lago artificial e degustando as bebidas armazenadas em sua rica adega, também construída sob encomenda do petista. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget