Julgamento de Lula ao Vivo. Acompanhe aqui a sessão histórica do TRF-4



O PT em peso recua cada vez mais em direção ao paredão da história da República, acuados com a transmissão ao vivo do julgamento do recurso do ex-presidente Lula, a ser realizado no dia 24 de janeiro no Tribunal Regional Federal da 4a região (TRF-4), em Porto Alegre.

A decisão de transmitir ao vivo para o mundo a sessão que tem início previsto para as 08:30h joga por terra uma das narrativas de Lula e do PT, na qual o petista estaria sendo vítima de um processo político pouco transparente. Acompanhe o julgamento ao vivo no vídeo abaixo:



O processo do triplex será julgado pelos três desembargadores da 8a Turma do TRF-4, o que corresponde ao julgamento do caso na segunda instância das ações da Operação Lava Jato. Os membros do colegiado vão julgar o recurso em que o ex-presidente Lula foi condenado na primeira instância pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Para aqueles que passaram anos alegando perseguição política, a situação não poderia ser pior. O julgamento será uma espécia de Big Brother PT e cidadãos de todo o mundo poderão acompanhar ao vivo cada uma das etapas descritas abaixo:

O presidente da 8ª Turma, desembargador Leandro Paulsen, deverá abrir a sessão às 8h30h.

Na sequência, o desembargador João Pedro Gebran Neto fará a leitura de seu relatório

Após essa etapa, o procurador Mauricio Gerum terá 30 minutos para a manifestação do MPF, quando os procuradores da República vão expor os detalhes sórdidos da denúncia que culminou na condenação de Lula na 13ª Vara Federal em agosto do ano passado.

Logo em seguida, será dada a palavra aos advogados, comprovando para o mundo que Lula teve de fato acesso a sua ampla defesa. Eles se posicionarão no púlpito e cada um terá 15 minutos para fazer sua sustentação oral

Após a manifestação dos advogados, o relator Gebran Neto lerá o seu voto. Não há prazo determinado para a conclusão da leitura

O segundo a se manifestar será o revisor do processo, desembargador Leandro Paulsen

Por fim, o desembargador Victor dos Santos Laus fará a leitura de seu voto

O resultado do julgamento será anunciado para o mundo ao fim da sessão, pelo desembargador Paulsen, presidente da 8ª Turma.

Qualquer que seja a decisão da 8a Turma do Tribunal Regional Federal da 4a região (TRF-4), ela será um recado para o mundo de que o ex-presidente Lula teve preservados seus direitos fundamentais, segundo as normas vigentes em um Estado de Direito, em observância ao conjunto de leis que em vigor no país.

Entre estas Leis, está a da Ficha Limpa, que torna inelegível qualquer cidadão condenado por um colegiado de segunda instância, como é o caso do TRF-4.

Confirmada sua condenação, Lula poderá apelar com dois tipos de recursos, dependendo da concordância dos votos sobre entre os desembargadores. O tempo de avaliação dos recursos pode variar entre 20 e 90 dias.

De acordo com o entendimento em vigor no Supremo Tribunal Federal brasileiro, após o julgamento dos recursos, condenados em segunda instância já podem começar a cumprir suas penas, enquanto recorrem à instâncias superiores.

Assim como em qualquer país democrático do mundo, todos os cidadãos são iguais perante a Lei. O Big Brother PT é o pesadelo de Lula e de seus aliados, pois um julgamento transmitido para todo o mundo de forma tão transparente e democrática sepulta de vez qualquer narrativa estapafúrdia sobre perseguição política, cerceamento de direitos ou outros argumentos recorrentes utilizados pela esquerda brasileira no afã de subverter a ordem em favor de um criminoso condenado.
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget