linkaki

Instituto Lula se queixa do vexame internacional imposto ao ex-presidente com proibição de deixar o país e apreensão de seu passaporte



A sequência de escândalos de corrupção envolvendo o ex-presidente Lula que ocuparam as manchetes da imprensa internacional nos últimos anos foi acrescida de mais um episódio vergonho. Lula estampou as capas de jornais estrangeiros a cada denúncia criminal feita pelo Ministério Público Federal, a cada ação em que se tornou réu, após sua condenação na primeira instância, na segunda instância e por último, a possível tentativa de fuga do país que culminou na apreensão de seu passaporte pela Polícia Federal.

O instituto Lula divulgou nota repudiando a medida, afirmando que a decisão cria um “vexame internacional” ao País. O partido dirigiu críticas ao juiz federal da 10ª Vara do Distrito Federal, Ricardo Soares Leite, que determinou a apreensão do documento.

De fato, trata-se de um vexame internacional, mas não para o país, mas para aquele ex-chefe de Estado que enganou o mundo, segundo matéria publicada no Wall Street Journal  e replicada em praticamente todos os meios de imprensa no mundo.

A notícia sobre a possível tentativa de fuga do Brasil, mencionada na decisão do juiz federal Ricardo Soares Leite, é apenas mais uma entre tantas outras que já surgiram e que ainda devem surgir nos próximos anos.

O próprio petista afirmou à imprensa alemã há uma semana que faria a viagem, "caso fosse condenado na segunda instância". De fato, o petista acabou tendo sua condenação confirmada pelo TRF-4 pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. O Tribunal ainda elevou a pena do petista para mais de 12 anos de prisão em regime fechado e confirmou que Lula deve ser preso, logo após a análise do embargo declaratório a ser apresentado pela defesa do petista nos próximos dias.

Como se não bastasse, Lula chegou a ironizar a desconfiança da sociedade e da oposição com relação à sua viagem durante ato em São Paulo nesta quinta-feira, quando disse: “Eu vou para a África e nossos adversários são tão ignorantes que, se eu fosse para a França, eles iriam dizer que o Lula vai ficar exilado. Se eu fosse para a Itália, iriam dizer que o Lula vai ficar exilado, como já falaram. Mas, como eu vou para a África, eles não ousam, porque o preconceito é tão grande que eles não admitem que alguém vá para a Etiópia ficar exilado”, debochou Lula.

Ao proibir o ex-presidente de deixar o país e determinar a apreensão de seu passaporte,, o juiz Ricardo Leite alegou fundado risco de fuga do petista. Entre outros fatos, o magistrado citou a condenação do petista ontem pelo TRF-4 e um interrogatório previsto para o dia 20 de fevereiro na Justiça Federal de Brasília, onde também é réu por tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Informe seu Email para receber notícias :