linkaki

Homem que queria estourar cabeça de coxinha e de juiz é identificado e afina em depoimento à PF



O tipo de gente que defende o ex-presidente Lula é tão desprezível quanto o petista e seus cúmplices que participaram do assalto aos cofres públicos ao longo de mais de 13 anos. Vejam o que disse um dos ativistas de esquerda que tentaram intimidar autoridades nos dias que antecedem o julgamento do petista no TRF-4:

“Se Lula for condenado, temos que brigar até as últimas consequências. Se precisar guerrear, nós temos que guerrear, nós temos que lutar. Nós temos que ir pra rua, ir pro pau. Nós temos que lutar. Talvez, quem sabe, até guerrilha. Montar guerrilha, começar a estourar cabeça de coxinha, de juiz, né, mandar esses golpistas para o inferno (…) Se nós precisar derrubar o prédio, tem que derrubar. Se precisar lutar, tem que lutar. Se precisar pegar cada um daqueles juízes depois da condenação, tem que pegar”.


As ameaças acima foram proferidas pelo militante de esquerda Urias Rocha, que acabou identificado e intimado pela Polícia Federal. Durante seu depoimento, Urias confirmou a autoria e o teor da gravação, mas alegou que é contra “qualquer tipo de violência”. Ele confessou que pretendia comparecer ao julgamento em Porto Alegre mas acabou desistindo da ideia quando o seu áudio começou a circular em grupos de WhatsApp.

Com informações da Veja,

Informe seu Email para receber notícias :