linkaki

Fiasco em todos os atos em defesa de Lula pelo país. Maioria da população quer ver o petista preso



O Partido dos Trabalhadores (PT) errou novamente na estratégia de defesa do ex-presidente Lula ao encorajar a realização de atos em favor do petista pelo país. As manifestações em defesa de Lula realizadas ao longo deste sábado (13), em diversos estados do país fracassaram.

O petista, que será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, no próximo dia 24, preferiu ficar de foram das manifestações que defendem ele não seja preso e reclamam sua participação na eleição para presidente, este ano.

Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a nove anos e meio de prisão, por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. O recurso será agora julgado pelo TRF4.

Foram inaugurados comitês "em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato" em pelo menos nove capitais (São Paulo, Belo Horizonte, Paraná, Florianópolis, Porto Alegre, Goiânia, Salvador, Fortaleza e Porto Velho). Nenhum dos atos conseguiu mobilizar mais de 200 participantes. Transeuntes recusavam receber panfletos em defesa de Lula das mãos de participantes das manifestações, num claro sinal de repúdio aos atos em favor do petista.

Por outro lado, manifestações em apoio à Lava Jato e ao juiz Sérgio Moro conseguiram reunir públicos expressivos em todo o país. Em Maringá, terra natal do juiz federal com cerca de 400 mil habitantes, mais de 2 mil manifestantes foram para as ruas pedir a prisão de Lula e demonstrar repúdio a políticos como Roberto Requião e Gleisi Hoffmann. 

Informe seu Email para receber notícias :