linkaki

EXCLUSIVO - PT apaga página na qual partido reconhecia uso de dinheiro roubado nas campanhas




O PT caiu de joelhos diante de todas as evidências reunidas pelas investigações da Operação Lava Jato. Há anos, o partido vem tentando negar o óbvio: o uso de dinheiro roubado em suas campanhas. Estridentes, os membros do partido rebatiam por meio de notas todas as denúncias de esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro por seus integrantes.

A direção do partido já divulgou milhares de notas à imprensa nas quais afirmava que "Todo o dinheiro que foi arrecadado foi contabilizado formalmente nas contas do PT". O problema é que parceiros como Marcelo Odebrecht, Antonio Palocci e Joesley Batista  não apenas afirmaram que o PT recebia milhões do dinheiro desviado dos cofres públicos, como também apresentaram provas na Lava Jato que acabaram incriminando praticamente toda a cúpula do PT, incluindo o ex-presidente Lula.

Acuados, os membro do PT chegaram ao ponto de assumirem o uso de dinheiro roubado do povo como método de financiar um plano de poder duradouro. O partido não apenas assumiu o uso de caixa 2 (dinheiro roubado não contabilizado oriundo de propinas) em suas campanhas como também defendeu tal prática como sendo a única forma de se chegar ao poder. Acompanhe abaixo o trecho histórico de documento publicado no próprio site do PT e depois apagado:

"As eleições brasileiras historicamente foram feitas mediante contribuições não contabilizadas, vulgo caixa dois. Sejam elas de qualquer esfera, uma eleição na Fiesp, por exemplo, quanto custa, como é feita?

Enquanto as regras eleitorais não fossem modificadas – para todos -, seria quase impossível disputar em condição de obter uma vitória em qualquer nível da federação, seja no Executivo ou no Legislativo, não utilizando as regras do jogo que sempre foi jogado.

Então, o Partido dos Trabalhadores, provavelmente, se utilizou das mesmas regras que os demais usavam. Grande parte dos militantes que assumiram a função de gerir recursos o fizeram como tarefa política. Tarefa, aliás, com enorme exposição pessoal."

O artigo completo no site do PT estava neste link AQUI , mas a página foi apagada pelo partido.Na época da publicação do documento, em 20/03/2017, o presidente nacional do partido era Rui Falcão.

Mas caso queira conferir o artigo na íntegra, basta clicar AQUI

A "enorme exposição pessoal" é provavelmente uma referência aos três ex-tesoureiros do partido que foram presos por administrar o dinheiro roubado que sempre entrou no caixa do partido, conforme eles mesmos assumiram finalmente. Até então, o PT mentia sobre o assunto e se dizia vítima de perseguição política, assim como Lula continua mentindo sobre seus crimes, mesmo após ter sido condenado em segunda instância.

Informe seu Email para receber notícias :