Esquerda defende 'direito' de Lula fugir, mas quer manter terrorista Cesare Batisti no Brasil



Na decisão em que proibiu que o ex-presidente Lula deixasse o Brasil diante da possibilidade de fuga do petista na condição de criminoso condenado, o juiz Ricardo Leite, da 10.ª Vara Federal, de Brasília, destacou a militância em defesa do suposto 'direito' de fuga do petista:

“Entendo que a própria versão de protestos gerados em seu favor, bem como a própria declaração do acusado, que acusa o Poder Judiciário de golpe em seu desfavor, militam no sentido de que não se esquiva de uma tentativa de fixar domicílio em algum outro país. Sua permanência em outro Estado seria, então, somente o exercício de um ‘suposto’ direito de defesa, ante atuação autoritária dos poderes constituídos. Diante desta postura, entendo necessária uma atuação mais direta e eficaz para coibir este tipo de pretensão”, afirmou Ricardo Leite, que determinou a apreensão do passaporte de Lula a fim de 'evitar' que o petista fosse lutar por seus 'direitos' bem longe do alcance da Justiça brasileira.

O magistrado anotou que ‘é do conhecimento público a divulgação de declarações em que aliados políticos do ex-presidente, visando à politização de processos judiciais, cogitam a solicitação (se necessário) de asilo político em seu favor para países simpatizantes’.

Assim como defendem o 'direito' de Lula fugir do Brasil, os representantes da esquerda brasileira também defendem que o terrorista italiano Cesare Battisti tem o direito de se refugiar no Brasil, após ter sido condenado na Itália por ter  participado de quatro assassinatos no país.

A decisão do juiz Ricardo Leite serve de exemplo para os ministros do Supremo Tribunal Federal, que se sentaram sobre o processo de extradição do terrorista para a Itália para que cumpra a pena por seus crimes. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget