Eles querem a Volta de Lula. Artistas petistas que mamaram R$ 15 bilhões da Lei Rouanet estão na merda



A turma de artistas que entrou disfarçada no Teatro OI na Zona Sul do Rio de Janeiro esta semana para participar de um ato em apoio ao ex-presidente Lula parece que não anda boa das pernas no sentido financeiro. Alguns pareciam abatidos, maltrapilhos e decadentes. Entre uma conversa e outra, a 'crise' econômica parecia ser o assunto preferido entre aqueles que reclamavam das dificuldades dos últimos tempos. A maioria não escondia a mágoa por estarem enfrentando problemas tão 'vulgares' como a falta de dinheiro. Nem parece que até bem pouco tempo, muitos ali presentes faziam planos de se mudarem para apartamentos mais amplos na Zona Sul. Com a queda de Dilma e do PT do poder, alguns tiveram que se mudar para Jacarepaguá.

Nos bastidores do palco do Teatro Oi Casa Grande não havia mais o glamour dos tempos das gestões petistas. Algumas das estrelas da Lei Rouanet que mamaram R$ 15 bilhões ao longo da última década sequer compareceram. Os artistas mais pobres reclamavam a ausência de Chico Buarque, Carlinhos Brown e Caetano Veloso. Os quebrados atribuíam a má fase financeira ao "Temer Golpista" enquanto alimentavam a ilusão sobre a volta de Lula ao poder.

Ao longo dos últimos treze anos e meio, os governos do PT liberaram cerca de R$ 15 bilhões em benefícios fiscais através da Lei Rouanet. Muitos artistas e produtores se deram bem neste período e há milhares de casos de captação dos recursos sem a devida prestação de contas. Para se ter uma ideia, dos 34,1 mil projetos inscritos no Ministério da Cultura desde a criação em 2009 do Salic (Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura), que reúne informações sobre beneficiados da Lei Rouanet, ao menos 29,9 mil apresentam irregularidades, o que dá quase 90% do total.

O balanço não é obra da oposição ao PT ou uma projeção de membros do governo Temer. A conta foi elaborada pela CGU (Controladoria Geral da União) e apresentada à imprensa por Roberto Viegas, chefe do órgão em São Paulo,durante a entrevista coletiva em que Polícia Federal e Ministério Público Federal apresentaram informações sobre a Operação Boca Livre S/A, que investiga fraudes milionárias na lei de incentivo à cultura.

Ao que tudo indica, os artistas petistas não são bons em administrar dinheiro. Após terem se beneficiado com tantos milhões do contribuinte durante os governos petistas, a maioria está numa pindaíba danada. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget