Agora Lula pode dizer que não tem triplex. Maro manda imóvel a leilão público para reembolsar a Petrobras



Finalmente, o ex-presidente Lula poderá encher o peito para dizer que não é dono do triplex no Guarujá. O juiz Sérgio Moro determinou nesta segunda-feira (29/1) que a cobertura do Guarujá vá  o leilão público imediatamente.

A decisão judicial de colocar o imóvel à venda ocorre uma semana após a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre — que manteve a condenação do ex-presidente Lula pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, e ampliou a pena para 12 anos e um mês em regime fechado.

 A determinação de Moro pela venda do Triplex tem como objetivo assegurar o ressarcimento de prejuízos sofridos pela Petrobras, vítima dos esquemas de corrupção perpetrados pelo ex-presidente Lula e o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro. O imóvel está avaliado em cerca de R$ 3 milhões, segundo corretores da região. Lula também teve R$ 16 milhões em bens e dinheiro bloqueados na Justiça por determinação de Moro no âmbito da ação penal do triplex.

O imóvel será vendido em leilão público e o produto da venda será depositado em conta judicial. A expectativa é a de que outros bens atribuídos ao ex-presidente Lula tenham o mesmo destino no curso dos outros seis processos em que o petista figura como réu. Na esteira dos processos, deverão ir a leilão o sítio em Atibaia e a cobertura em São Bernardo do Campo.

Nesta mesma quinta-feira, 29, Moro também mandou leiloar 4 imóveis do ex-ministro José Dirceu, avaliados em mais de R$ 6 milhões. Todo o dinheiro será devolvido à Petrobras ao fim dos processos na Justiça. 
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget