Agora é com Sérgio Moro. Juiz determinou transferência de Sérgio Cabral para presídio em Curitiba. Gilmar Mendes vai desafiar?



No dia 31 de outubro, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo, acatou pedido da defesa de Cabral contra decisão do juiz Marcelo Bretas, e negou a transferência do ex-governador Sérgio Cabral de um presídio estadual do Rio de Janeiro para um presídio federal. Cabral era praticamente sócio do esquema criminoso da máfia do transporte público no estado, controlada pela família de Jacob Barata, amigos de Gilmar Mendes e de sua esposa, Guiomar Mendes. Além de garantir as regalias de Sérgio Cabral nos presídios do Rio, o ministro do STF mandou soltar Jacob Barata Filho, o 'rei do ônibus', nada menos que três vezes.

Mas ao que tudo indica, o jogo virou. Desta vez, foi o próprio juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que determinou a transferência de Cabral da Cadeia Pública José Frederico Marques, na capital fluminenese, para o Complexo Médico-Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

O magistrado de Curitiba afirmou ser "evidente" que Cabral ainda possui "relevantes conexões com autoridades públicas" do Estado. "Mantendo-o no Rio de Janeiro, constituirá um verdadeiro desafio às autoridades prisionais ou de controle prevenir a ocorrência de irregularidades e privilégios", escreveu Moro na decisão.

"É de interesse público retirá-lo do estado do Rio de Janeiro para romper ou dificultar seus contatos com os anteriores parceiros criminosos", acrescentou Moro.

Vamos ver se algum pedido da defesa de Cabral vai cair nas mãos de Gilmar Mendes e conferir se ele terá a mesma disposição de desafiar uma determinação de Moro. A defesa de Cabral já confirmou que vai entrar com recurso.
-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget