A despedida de Lula. O PT convoca militantes, mas poucos tem coragem de comparecer



A primeira cerimônia de despedida do ex-presidente Lula marcada para daqui a quatro dias no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) não está atraindo o número de militantes esperado pelo PT.

O Tribunal da Lava Jato vai julgar o primeiro de muitos recursos que o petista deve recorrer nos próximos meses nas sete ações penais em que que já figura como réus. Neste primeiro caso que chega à segunda instância, e abre o precedente para a prisão do líder do PT, os desembargadores vão decidir sobre a primeira condenação imposta ao ex-presidente pelo juiz Sérgio Moro, que o condenou a 9 anos e 6 meses, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá.

O PT pretendia transformar o julgamento do primeiro processo do petista que chega à segunda instância em um grande ato político, mas tem encontrado sérias dificuldades em convencer a militância a ir assistir o início do fim daquilo que começaram. A expectativa do partido era a de levar pelo menos 50 mil pessoas para Porto Alegre, mas terão que se contentar com pouco mais de 2 mil membros do MST, CUT e alguns poucos ativistas de esquerda da região.

Segundo o Estadão, "A cobertura online será feita por cerca de 300 jornalistas de todos os cantos do planeta". O PT tentará de tudo para minimizar o impacto do julgamento do criminoso condenado perante a opinião pública nacional.

Confirmada a condenação do petista pelo TRF-4, Lula se torna inelegível e deve recorrer para adiar ao máximo sua inevitável prisão. Seja neste processo ou nos demais que tem a enfrentar pela frente.

-

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget