\imprensa Viva
.

Segunda Turma do STF é favorável ao réu em 40% dos casos. Primeira Turma, apenas 16%



Um levantamento feito pelo Estadão, há uma discrepância enorme entre as decisões dos ministros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação aos seus pares da Segunda Turma.  Pela ordem, o primeiro grupo, composto pelos ministros Roberto Barroso, Marco Aurélio, Luiz Fux
Rosa Weber e Alexandre De Moraes foram parcialmente favoráveis aos réus em 16% dos pedidos de habeas corpus, pedidos de liberdade após a prisão ou preventivo para impedir a detenção. O levantamento foi feito com base nos resultados de julgamentos realizados entre junho de 2015 e outubro de 2017.

Já a Segunda Turma tem sido bem mais generosa e tomou decisões favoráveis aos réus em nada menos que 40% dos casos. Isto significa que um réu tem 156% mais chances de obter a concessão de um habeas corpus, caso seu processo seja julgado pelos ministros Gilmar Mendes, Celso De Mello, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Edson Fachin.

Deve haver uma explicação científica para toda esta diferença.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget