linkaki

Procurador detona FHC por ter defendido candidatura de Lula, no lugar de julgamento na Justiça



Que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso morre de amores por Lula, ninguém tem a menos dúvida. O tucano é apontado como o grande responsável pela ascensão do PT ao poder em 2002 e tem como justificativa a sua convicção de que não há democracia sem alternância de poder. Tudo bem. Mas daí a apoiar um grupo de comunistas que tentaram implantar no país a ditadura do proletariado, que vinha cultivando um plano de poder ambicioso há décadas, há uma grande diferença.

Talvez por este motivo, FHC é apontado como o homem que entregou o ouro ao bandido. Embora alguns de seus feitos como presidente tenham sido louváveis para alguns, o fato é que o tucano foi o grande responsável por entregar o país nas  mãos de uma verdadeira organização criminosa. Como presidente e como amigo de Lula e sua turma, FHC tinha acesso a informações sobre a conduta e as possíveis intenções dos integrantes do PT. A conivência do intelectual com essa gente acabou jogando o país na maior crise política e econômica de toda a história. Para piorar, FHC ainda foi um dos entusiastas da conspiração do ex-PGR Rodrigo Janot com os açougueiros criminosos da JBS patrocinada pela Rede Globo. Mais oportunista que uma hiena diante de uma presa ferida, o tucano pediu a renúncia de Temer, sem sequer se importar para onde o país seria jogado, caso a tentativa de golpe de estado tivesse prosperado. Foi mais uma biografia jogada no lixo. A de FHC, o intrépido defensor de Lula e Aécio.

Há quem diga até que FHC tem o rabo preso com Lula. Os rumores sobre esta possibilidade aumentaram bastante nos últimos dias, quando o tucano passou a defender a candidatura do petista, no lugar de sua prisão. Um dos incomodados com as declarações do tucano foi  o procurador Ailton Benedito, que não se conteve diante da desfaçatez do tucano e mandou-lhe um duro recado para o ex através de seu Twitter.

FHC declarou recentemente que não gostaria de que Lula fosse preso. Duranta seu discurso mais forte da convenção do PSDB neste fim de semana, FHC voltou a defender a liberdade de Lula? Eu prefiro combatê-lo na urna do que vê-lo na cadeia — disse o tucano, efusivamente aplaudido pelos presentes.

Pois bem, Fernando, não é uma questão de preferência ou não. Você está defendendo a impunidade de um criminoso condenado.

Sobre isso, Ailton disse: “urna não é tribunal”.

Informe seu Email para receber notícias :