linkaki

Péssima notícia para Lula. MPF dispensar perícia em recibos de aluguel ideologicamente falsos



A defesa do ex-presidente Lula foi pega de surpresa com a notícia de que o Ministério Público Federal considerou desnecessária a realização de perícia técnica nos 31 recibos de aluguel apresentados pelo petista para justificar a ocupação do apartamento situado no edifício Hill House, em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo).

A defesa do petista já havia solicitado uma perícia particular, mesmo sabendo que aos olhos da Justiça, o laudo não possui qualquer valor legal. A expectativa era a de usar o laudo para contestar uma eventual perícia solicitada pela Procuradoria da República, o que acabou não ocorrendo.

Segundo o MPF, a afirmação de que os recibos são ideologicamente falsos é conclusiva. “Ante o exposto, em atenção a todo o conjunto probatório colhido, os aspectos pontuais sobre a confecção dos recibos apresentados pelo acusado Luiz Inácio Lula da Silva que se pretendia analisar por meio da realização de prova técnica foram aclarados, permitindo concluir que Glaucos da Costamarques firmava recibos ideologicamente falsos em bloco exclusivamente para dar amparo dissimulado à locação do apartamento n. 121, que não existia de fato. Dessa maneira, o Ministério Púiblico Federal deixa de insistir na realização da prova técnica”, afirma a força-tarefa da Lava Jato.

Lula é réu em ação penal por supostas propinas de R$ 12,5 milhões da Odebrecht, na qual o apartamento no condomínio Hill House figura como uma das vantagens indevidas recebidas pelo petista. A inclusão de documentos falsos pode render ainda novos processos contra o ex-presidente e seus advogados no futuro. A preocupação do ex-presidente e de sua defesa neste momento é saber com base em que critério o MPF dispensou a perícia nos documentos apresentados após Lula ter sido pressionado pelo juiz Sérgio Moro durante seu último interrogatório em setembro. 

Informe seu Email para receber notícias :