\imprensa Viva
.

Lula é praticamente dono dos institutos de pesquisas. Mas derrota do PT nas últimas eleições desmente a fraude do primeiro lugar



O PT foi o partido que mais distribuiu dinheiro aos institutos de pesquisas do Brasil. Os escândalos envolvendo repasses milionários ao IBOPE, ao UOL, do Grupo Folha, que controla o DataFolha, e outros institutos podem ser encontrados em qualquer pesquisa no Google.

Não há qualquer dúvida de que Lula e o PT usaram bilhões do dinheiro do contribuinte para aparelhar não apenas o estado, as universidades e os meios de comunicação. Os institutos de pesquisa sempre representaram uma ferramenta estratégica para os governos petistas não apenas em tempos de eleição, mas para auferir a satisfação da população com seus governantes. Lula é praticamente o dono dos institutos, tendo em vista a fortuna que distribuiu aos grupos controladores.

Mas as últimas eleições municipais comprovaram que Lula e o PT não estão mais com essa bola toda, após a crise econômica sem precedentes que levou mais de 1 milhão de empresas a falência e deixou 14 milhões de desempregados em todo o país.

No lugar de realizar uma autocrítica e reconhecer seus erros e os danos que causaram ao país, todos, absolutamente todos no PT permaneceram com a mesma arrogância e prepotência, desafiando a sociedade com seu cinismo e suas mentiras.

Veio então as eleições municipais e o povo pôde finalmente dar sua resposta. Em São Paulo, o candidato Haddad sofreu uma das mais humilhantes derrotas do país e foi devolvido ao PT já no primeiro turno. No ABC de Lula, o berço da República Sindical, outra derrota humilhante. No Brasil, o PT perdeu mais de 400 prefeituras, elegeu apenas 1 prefeito em mais de 100 cidades com mais de 200 mil habitantes, ficando apenas com prefeituras de cidades inexpressivas.

Apesar do favoritismo dos candidatos petistas nas pesquisas divulgadas às vésperas das eleições, o PT não elegeu nenhum prefeito de capital não apenas no nordeste, mas em praticamente todo o país, ficando apenas com Rio Branco, no Acre. Marcus Alexandre (PT-AC) se elegeu mais pela influência dos Jorge e Tião Viana do que propriamente pelo apoio de Lula. O petista, que não conseguiu eleger nem seu filho vereador em São Bernardo do Campo, aparece agora em primeiro lugar nas pesquisas na disputa pela Presidência da República em 2018. Quem pode acompanhar alguns vídeos das últimas caravanas de Lula, onde ele é hostilizado e chamado de ladrão por todas as cidades que percorreu, fica difícil acreditar nas pesquisas recentes.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget