\imprensa Viva
.

Lula é barrado no Comperj. Após roubar a Petrobras, estatal achou melhor fechar os portões do complexo e impedir acesso do petista



O ditado "o ladrão sempre volta na cena do crime" foi seguido à risca pelo ex-presidente Lula, que pretendia realizar um comício nesta quinta-feira (7), no interior do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro). A unidade teve as obras paralisadas em decorrência dos desvios bilionários identificados pelas investigações da Lava Jato.

O petista é apontado como comandante do esquema que desviou bilhões nas obras do complexo, o que acabou causando a paralisação das obras e a demissão de mais de 20 mil trabalhadores. Mas como se trata de Lula, não há limites para o cinismo. O petista pretendia realizar um comício dentro das instalações do complexo, mas foi barrado por decisão da Petrobras. A estatal acionou a Polícia Militar para impedir que Lula tivesse acesso ao interior do Comperj.

Barrado e revoltado em cima de um carro de som diante do portão do complexo, Lula reclamou duas vezes e disse não saber "qual foi o canalha" que acionara a PM para inviabilizar seu acesso ao complexo, cujo portão se manteve fechado.

Clique na imagem para ampliar
Como se pode ver na foto ao lado, com os carros da política ao fundo, a plateia de Lula era formada por pouco mais de 150 pessoas, entre sindicalistas e militantes do PT levados ao local. A PM acompanhou de longe o comício e esperou no local até que Lula fosse embora com sua turma.

No mês passado, o TCU (Tribunal de Contas da União) apontou um prejuízo de US$ 12,5 bilhões (R$ 40,3 bilhões) na construção do Comperj. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget