\imprensa Viva
.

Lula deixa escapar a realidade de sua triste condição de condenado durante comício em Vitória



O ex-presidente Lula costuma se referir aos temas que mais o incomodam de forma contraditória. Durante ato no centro de Vitória (ES), na noite desta segunda-feira (4), não foi diferente. O petista, que já havia sido informado sobre a conclusão do voto do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre sobre sua condenação em primeira instância, acabou deixando escapar seu maior receio:

"Não fiquem com essa bobagem de que o Lula não será candidato, não. Vou ser candidato e vou ganhar as eleições", berrou o petista, deixando transparecer todo seu desespero com o avanço de seu julgamento na Segunda Instância. Antes da bravata, Lula ainda proferiu a famosa frase do ex-técnico da seleção brasileira: "Como disse Zagallo, eles vão ter que me engolir". Mais desespero que isso, impossível.

Lula está a apenas um voto e pouco mais de sessenta dias de se tornar inelegível, caso um dos dois desembargadores siga a tendência já manifestada pelo próprio Gebran Neto sobre ser favorável à confirmação da sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro. O responsável pelos processos da Lava Jato na 13ª Vara Federal do Paraná condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

A situação de Lula no TRF-4 não é nada favorável. Há poucos dias, a Corte decidiu por unanimidade manter o bloqueio de R$ 16 milhões em bens e dinheiro do petista, determinado por Moro na sentença em que condenou o ex-presidente no caso do triplex do Guarujá.

Lula já sabe que seu destino foi traçado por ele próprio quando cometeu os crimes pelos quais está sendo julgado. Embora possa recorrer de uma condenação na Segunda Instância, prevista para o início de 2018, Lula deve cair na Lei da Ficha Limpa e se tornar inelegível pelo menos seis meses antes de poder registrar sua candidatura. Entre ser candidato e ser preso, o petista deve investir em recursos para evitar a última consequência de uma confirmação de sua condenação no TRF-4. Após esgotados os recursos, o juiz Sérgio Moro deverá repetir o procedimento que vem adotando em outros casos e pedir a prisão imediata de Lula. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget