linkaki

Governo demite diplomata que bateu na namorada



Atendendo a solicitação do Palácio do Planalto, o Itamaraty exonerou o diplomata Renato de Ávila Viana, acusado de ter agredido sua namorada. O funcionário ocupava o cargo de primeiro-secretário, de assessor técnico da Subsecretaria-Geral de África e do Oriente Médio. A decisão sobre o desligamento do Diplomata já foi publicada hoje no Diário Oficial.

Acusado por sua então namorada de tê-la espancado, o diplomata de 41 anos teria chegado a quebrar um dente da vítima,uma jovem de 22 anos, com a agressão. O Itamaraty instaurou processo no no Ministério das Relações Exteriores. O agressor possui um vasto histórico de agressões contra mulheres.

Com informações da Veja

Informe seu Email para receber notícias :