linkaki

Gilmar Medes sobre os encontros e os milhões que recebeu de Joesley Batista: Nunca nem vi. Que dia foi isso?



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes parece querer ignorar fatos que o relacionam com o patrocínio dos criminoso Joesley e Wesley Batista, que através do grupo JBS desembolsaram 7,5 milhões de reais entre 2008 e 2016 para um instituto que pertenceu ao ministro.

Segundo publicação da Veja, os negócios de Gilmar Mendes por fora do STF incomodam os demais ministros da Corte. “Essa circunstância traz constrangimento. Embora evitemos verbalizar o assunto, esse sentimento é geral”, confirmou um dos ministros do Supremo ao se referir aos fatos divulgados esta semana pela revista.

Mas ao que tudo indica, o ministro parceiro dos criminosos da JBS parece não querer admitir as informações levantadas pela revista:

Veja - O diretor jurídico da JBS lhe pediu ajuda para resolver o problema de caixa 2 eleitoral?

Gilmar Mendes - Não me lembro. Nunca.

Veja - O senhor se recorda de a JBS ter sido acionada por sua assessoria para resolver um problema fundiário de seu irmão?

Gilmar Mendes - Não tenho conhecimento.

Acompanhe um trecho da entrevista no vídeo abaixo:

Informe seu Email para receber notícias :