linkaki

Eduardo Paes é declarado inelegível por unanimidade no TRE por fraude de R$ 7 milhões. Os amigos de Lula vão caindo



O ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, acaba de se tornar inelegível por decisão unânime dos ministros Tribunal Regional Eleitoral. (TRE). A decisão que tornou Paes inelegível tem relação direta com as últimas eleições municipais, na qual o então prefeito tentou eleger seu braço direito, o ex-supersecretário e atual deputado federal Pedro Paulo (PMDB) como seu sucessor.

Segundo o TSE, ocorreram fraudes claras envolvendo o plano de governo entregue da candidatura do sucessor de Paes, uma cópia do Plano Estratégico da Prefeitura do Rio 2017-2020 — feito com o apoio de uma consultoria e que custou aos cofres públicos uma bagatela de... R$ 7 milhões.

Tanto Paes quanto Pedro Paulo foram condenados a ficar fora das eleições por oito anos. Além disso, eles ainda terão que pagar uma multa de 100 mil UFIRs, cerca de R$ 319 mil.

O ex-presidente Lula também deve se tornar inelegível até o mês de março de 2018, após sua condenação em segunda instância no TRF-4. Falta ainda o Pezão, único membro da gangue de Lula, Cabral e Eduardo Paes que ainda tem mandato.

Informe seu Email para receber notícias :