linkaki

Dilma corre para a Argentina para se encontrar com Cristina Kirchner, alvo de pedido de prisão da Justiça local



A ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff fez uma visita relâmpago à sua sua colega argentina, Cristina Kirchner, na tarde deste sábado (9), em seu apartamento no bairro da Recoleta, em Buenos Aires. A visita ocorre a pouco mais de 24 horas após a  Justiça da Argentina pedir a prisão da ex-presidente daquele país.

Segundo a Folha, "O encontro durou cerca de uma hora. Cristina disse que "entre outros temas, conversamos sobre uma realidade que se está impondo em nossos países, um processo de guerra jurídica, que consiste na utilização do aparato judicial como arma para destruir a política e os líderes opositores".


Segundo Cristina Kirchner, o pedido de prisão contra ela tem relação com o impeachment de Dilma. "O objetivo é o mesmo, no Brasil e aqui: ocultar o desastre econômico que estão sendo levados adiante pelos novos governos neoliberais da região".

As duas ex-presidentes possuem muito em comum. No ano passado, Cristina Kirchner foi acusada formalmente de formação de quadrilha e de fraude em obras públicas. Entre outros processos, Dilma também foi denunciada ao STF como integrante da organização criminosa que vitimou a Petrobras.

Informe seu Email para receber notícias :