\imprensa Viva
.

Cúpula do governo Dilma processada por agir contra interesses da Petrobras e causar prejuízos bilionários à estatal



A cúpula do governo da ex-presidente Dilma Rousseff encarregada de cuidar dos interesses da Petrobras se tornou alvo de um processo por improbidade administrativa por terem atuado contra os interesses da estatal.

A ex-presidente da Petrobrás, Graça Foster, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega e outros cinco ex-integrantes do Conselho de Administração da estatal petrolífera são os principais alvos de uma ação movida pela Procuradoria da República  no Rio de Janeiro (RJ). Os indicados por Dilma para cuidar dos interesses da Petrobras são acusados de conduzir a política de preços da gasolina e do diesel com o suposto fim de controlar a inflação, entre 2013 e 2014, o que teria causado prejuízos bilionários à estatal.

Forma incluídos na ação o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, a ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, a ex-ministra Miriam Belchior, o ex-presidente do BNDES, Luciano Coutinho, José Maria Ferreira Rangel e Marcio Pereira Zimmermann.

“Como se demonstrará na presente demanda, o desvio de finalidade verificado, de forma intencional, na política de preços de combustíveis da PETROBRAS, mediante a orientação da Companhia de maneira contrária ao próprio interesse desta, configura ato de improbidade administrativa por parte de seus administradores, hábil a autorizar a aplicação das sanções previstas na Lei nº 8.429/1992 em desfavor dos responsáveis, bem como abuso do poder do controlador, que legitima o ressarcimento dos prejuízos causados à empresa”, afirmam os procuradores.

Com informações do Estadão
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget