\imprensa Viva
.

William Bonner se queixa de comentários de seguidores do Instagram, apesar de expor sua vida a milhões de pessoas



Após mais de uma década de Orkut, Facebook e outras redes sociais a maioria das pessoas já está está mais que familiarizada com os riscos da exposição excessiva. Qualquer usuário expõe sua privacidade com fotos, vídeos e comentários sobre banalidades sabe que está sujeita às mais diversas opiniões. É óbvio que assim como no mundo real, nem todos os usuários de redes sociais são pessoas sensatas, cultas, refinadas e de formação acadêmica. É preciso contemplar que as redes sociais são um reflexo da sociedade, onde pessoas de todas as classes sociais estão presentes democraticamente manifestando sua liberdade de expressão da forma que lhes convém. As polêmicas são justamente as característica das redes sociais que mais atraem usuários propensos a colocar lenha na fogueira. É óbvio que pessoas que passam horas e horas nas redes sociais seguindo e comentando publicações de desconhecidos não têm muito o que fazer de suas vidas. Assim como no mundo real, as redes sociais são um reflexo da realidade do país e estão repletas de pessoas sem instrução, jovens e adolescentes que mal sabem escrever. Muitos são incapazes de mensurar o impacto de seus comentários, enquanto outros tecem críticas com o propósito de ganhar notoriedade.

Teoricamente, as redes sociais são o meio onde as pessoas se reúnem por afinidades, sem barreiras geográficas, onde bilhões de pessoas conhecidas ou não interagem entre si. Mas na prática, o mundo virtual reproduz os conflitos mundo real, tal e qual um grande barraco numa excursão.

Mas ao que tudo indica, o jornalista da Rede Globo William Bonner parece que ainda não se deu conta desta realidade. O âncora do Jornal Nacional, um usuário contumaz de redes sociais que costuma se identificar como o 'tiozão'  publicou nesta terça-feiras um textão na sua conta do Instagram criticando os comentários maldosos de internautas sobre as mudanças de rumo de sua vida pessoal e de sua ex-mulher, a apresentadora Fátima Bernardes. Até bem pouco tempo, os dois vendiam a imagem de casal perfeito e feliz e acumularam milhões de seguidores que vibravam a cada postagem 'fofa' com juras de amor eterno.

Mas como qualquer casal do mundo real, William Bonner e Fátima Bernardes não estavam imunes a crises conjugais e a relação acabou desandando. Como no mundo real, cada um seguiu seu caminho e agora procuram reconstruir suas vidas afetivas. Recentemente, Fátima Bernardes assumiu seu romance com o ativista de esquerda Túlio Gardêlha e William Bonner não deixou por menos e se permitiu fotografar ao lado da fisioterapeuta Natasha Dantas. Obviamente, estes aspectos da vida de qualquer pessoa causaram algum descontentamento entre os antigos fâs do casal. Bonner acabou perdendo a paciência e criticou seguidores que fizeram comentários sobre sua vida pessoal após ele ter postado uma foto de paisagem. Acompanhe abaixo o desabafo do jornalista da Globo, que afirma que seus seguidores precisam de tratamento psiquiátrico:


"Algumas pessoas se imaginam no direito de agredir adultos que tomaram decisões sobre as vidas deles. O simples fato de o bem-estar dessas pessoas ser tão afetado pelos caminhos que os outros escolheram pra si é um indicativo de que elas precisam de ajuda. Seja psicológica, seja psiquiátrica, seja espiritual. Isso não é saudável. Saudável é viver a própria vida. Aproveitá-la como uma benção.

Essas pessoas cheias de ódio e agressividade insultam e opinam sobre algo que não diz respeito a elas de forma nenhuma. O pior é que elas têm na cabeça uma interpretação amalucada daquilo que teria levado os outros a tomar as decisões que tomaram pra suas próprias vidas. É uma fantasia elaborada com base em preconceitos, fofocas, equívocos, invenções, inveja, sonhos frustrados. E isso não faz sentido nenhum. No espaço de comentários de uma foto de paisagem, essas pessoas expõem seus preconceitos, seus recalques, sua desinformação de uma forma deprimente. E palpitam sobre as vidas de outras pessoas de maneira absurda. Às vezes, até criminosa, em tom de ameaça. Um sujeito saudável e feliz consigo mesmo não faz isso. Pessoas que agem dessa maneira talvez se ajudassem muito se olhassem atentamente pra elas mesmas e identificassem suas próprias frustrações. Viveriam a vida delas, em vez de tentarem viver vidas de outros.

Saudável é trilhar o caminho pavimentado pelo respeito aos outros. Respeito às decisões que outras pessoas tomam sobre as vidas delas. Respeito ao direito que todo mundo tem de buscar a própria felicidade. Que só se completa quando também é encontrada por quem você ama, ou admira, ou simplesmente respeita. Todos com quem você construiu laços pra vida. Você só consegue a felicidade plena se essas pessoas também estiverem felizes. E, quando isso acontece, é mágico. Os sorrisos espontâneos se multiplicam, tudo ganha leveza e luz.

Os insultadores intrometidos não enxergam isso. São cegos pra felicidade dos outros porque não enxergam o quanto eles próprios são infelizes. Isso fica muito claro nos comentários que fazem numa fotografia de paisagem do Instagram. Mas o porquê dessa infelicidade toda só eles podem encontrar. Que tenham boa sorte".
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget