\imprensa Viva
.

Saudade do sítio em Atibaia. Após reforma milionária e 111 finais de semana com muita festa, Lula foi banido de seu refúgio



O ex-presidente Lula viveu momentos inesquecíveis no paraíso em que se refugiava na cidade de Atibaia, no interior de São Paulo. O petista passou nada menos que 111 finais de semana na propriedade rural devidamente reformada e ampliada pelas empreiteiras OAS e Odebrecht para atender as exigências do petista e da ex-primeira dama Marisa Letícia, falecida em fevereiro.

Esta semana, O engenheiro Emyr Diniz Costa Junior, um dos delatores da Odebrecht, entregou à Justiça Federal do Paraná uma planilha que relaciona gastos de R$ 700 mil destinados pelo departamento de propina da empreiteira para custear a compra de materiais de construção para a reforma feita do sítio de Atibaia.

A planilha discrimina quatro lançamentos entre os dias 16 e 30 de dezembro de 2010, último ano do governo Lula - de R$ 380 mil, R$ 120 mil, R$ 197,9 mil e R$ 2,1 mil com o título "Aquapolo". Emyr disse que recebeu em dinheiro no Projeto Aquapolo, no ABC paulista, onde trabalhava na época, os valores enviados pela equipe de Hilberto Silva, que chefiava o departamento de propina.

Além dos gastos feitos pela Odebrecht e confirmados na Lava Jato pelos responsáveis pela empresa, Marcelo e Emílio Odebrecht, ocorreram outros gastos milionários custeados pela empreiteira OAS, com despesas devidamente confirmadas pelo responsável pela empreiteira, Léo Pinheiro. O ex-ministro petista Antonio Palocci também confirmou que os repasses feitos ao ex-presidente Lula, por meio das reformas no sítio, ocorreram em contrapartida por contratos superfaturados obtidos pelas empreiteiras na Petrobras.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget