\imprensa Viva
.

Raquel Dodge denuncia a deputada Shéridan ao STF por compra de votos para o ex-marido em 2010



A Procuradora-Geral da República Raquel Dodge denunciou a deputada federal Shéridan (PSDB-RR) ao Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (7) por compra de votos durante a campanha eleitoral de 2010. Caso o STF acolha a denúncia, Shéridan se torna ré no processo na corte.

Segundo comunicado divulgado pela PGR, a deputada é acusada de ter atuado na compra de votos para seu ex-marido José Anchieta Júnior (PSDB) durante a campanha dele para a reeleição ao governo de Roraima em 2010.

Shéridan era primeira-dama do Estado e na época ocupava a secretária de Promoção Humana e Desenvolvimento.  Segundo a denúncia, a deputada teria oferecido vantagens a moradores do bairro de Pintolândia, em Boa Vista, para obter votos em favor do governador.

A PGR esclarece que a denúncia foi elaborada com base em áudios gravados pelos eleitores e depoimentos. Segundo relatos de eleitores, a hoje parlamentar teria oferecido inscrições em programa social do governo, pagamento de multas de trânsito, entre outras vantagens, para que votassem em Anchieta Júnior.

"A denunciada era capaz à época dos fatos, possuía consciência da ilicitude e dela se exigia conduta diversa, encontrando-se caracterizada a autoria e materialidade delitivas", diz a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Como parlamentares têm direito ao chamado foro privilegiado, a acusação contra Shéridan será analisada diretamente pelo STF, o que não tem data para acontecer.

Em agosto, Shéridan, o ex-governador Anchieta e o comandante da Polícia Militar de Roraima, Edison Prola, tiveram R$ 40 mil bloqueados pela Justiça de Roraima sob acusação de terem usado, em 2010, um avião do governo para trazer o funkeiro MC Sapão ao Estado. Ele teria sido contratado para se apresentar na festa de aniversário da hoje deputada federal, e Prola teria autorizado a viagem como então secretário estadual da Casa Civil. Shéridan, Anchieta e Prola respondem a processo de improbidade administrativa.

A deputada federal ganhou o cargo pela primeira vez nas eleições de 2014. Ela foi a candidata mais votada de Roraima, tendo recebido 35 mil votos, o que representou quase 15% dos votos válidos para deputado federal no Estado.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget