\imprensa Viva
.

Preso homem acusado de chantagear Lula no caso do assassinato de Celso Daniel



A cúpula do PT convocou uma reunião de emergência nesta segunda -feira para avaliar o impacto da prisão do empresário Ronan Maria Pinto, apontado como o homem que chantageou o ex-presidente Lula e seus aliados, José Dirceu e Gilberto Carvalho de terem sido os mandantes do assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, executado a tiros em janeiro de 2002

O empresário, condenado a 14 anos de prisão por envolvimento em esquema de corrupção instalado no setor de transportes públicos de Santo André, foi preso pela Polícia de São Paulo neste fim de semana.   A polícia deu voz de prisão a Ronan no Hospital Albert Einstein, onde ele está internado para fazer uma cirurgia de hérnia.

Ronan Maria Pinto também já havia sido preso na Lava Jato, acusado de receber R$ 6 milhões do empréstimo que José Carlos Bumlai fez no banco Schahin. O dinheiro teria sido entregue ao empresário em troca de seu silêncio sobre o assassinato de Celso Daniel. Bumlai contraiu o empréstimo em seu nome no valor de R$ 12 milhões. Os outros seis milhões foram repassados ao PT. Moro já havia condenado Ronan Maria Pinto  a 5 anos de prisão, mas o empresário respondia em liberdade.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget