\imprensa Viva
.

Polícia enquadra políticos de esquerda de incentivaram destruição de fazenda na Bahia. Clima está tenso em Correntina



A Polícia Civil enquadrou os políticos de esquerda que encorajaram vândalos a destruírem fazendas em Correntina, no Extremo Oeste da Bahia. Foram intimados o vice-prefeito Michael Delgado (PV), o presidente da Câmara de Vereadores Ebraim Moreira e da vereadora Albanice Magalhães, todos  ligados a movimentos sociais que promoveram a destruição de equipamentos das fazendas da família Igarashi esta semana.

Os autores da destruição na fazenda convocaram uma manifestação para este sábado para protesta contra as medidas adotadas contra os líderes políticos locais. Durante a semana, os políticos intimados foram apontados nas redes sociais como supostos patrocinadores das ações de destruição classificadas como “atos de terrorismo” por entidades ligadas ao setor produtivo do agronegócio na região. O caso está sendo investigado por dois delegados da Civil que já ouviram mais de 20 pessoas.

O presidente da Câmara de Vereadores Ebraim Moreira, um dos apontados como incentivadores dos atos de vandalismo, assumiu recentemente a presidência da Câmara de Correntina, com a prisão de cinco parlamentares no dia 26 de outubro, incluindo o ex-presidente Wesley Campos Aguiar (PV), único que ainda está preso preventivamente na carceragem da 26ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), em Santa Maria da Vitória.

Os vereadores são suspeitos de formar organização criminosa para fraudar licitações e contratos, desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores e exigir propina ao prefeito Nilson José Rodrigues (PCdoB) em troca da aprovação de projetos de lei. A cidade de Correntina possui 13 parlamentares. O grupo está por trás do recrutamento de integrantes dos movimentos de esquerda” da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).

Segundo o site O Antagonista, "A Associação de Irrigantes do Oeste da Bahia (AIBA), que representa produtores da cidade da propriedade alvo dos ataques e de diversos outros municípios da região, já acionaram o Ministério da Justiça para pedir o apoio imediato da Força Nacional"

Na última semana, um grupo de mais de 500 pessoas invadiu a propriedade e destruiu o que encontrou pela frente. Postes da rede de energia foram derrubados. Galpões foram quebrados e incendiados. Queimaram também tratores e implementos agrícolas. A Fazenda da família Igarashi, que produz alimentos como alho, batata e feijão, teve prejuízos de mais de R$ 60 milhões. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget