\imprensa Viva
.

O que falta para prender o chefe? Lula já escapou do mensalão e está se safando do petrolão



O ex-presidente Lula foi apontado pelo ex-deputado como o grande chefe do esquema criminoso que ficou conhecido como mesnalão, colocado em prática durante o primeiro mandato do petista. Como ex-presidente do PP, o partido com maior número de envolvidos no esquema do petrolão, Corrêa confirmou que participou de reuniões com Lula e José Dirceu, nas quais trataram abertamente sobre o esquema de distribuição de propinas para deputados da base governista. Pedro Corrêa afirmou que não era um estranho qualquer e durante seu depoimento na Lava Jato, exibiu dezenas de documentos e fotos com Lula e outros membros da cúpula do PT.

Lula foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal como chefe da organização criminosa que assaltou a Petrobras ao longo de mais de uma década, num esquema criminoso que começou bem antes do mensalão, ainda no ano de 2003.

Foram denunciados por crime de organização criminosa os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff; os ex-ministros Antonio Palocci Filho, Guido Mantega, Edinho Silva e Paulo Bernardo; a senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT; e o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto.

A denúncia, no âmbito da Operação Lava Jato, foi oferecida dentro de inquérito que apura se o PT formou uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras.

Todos os denunciados são suspeitos de “promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa”, cuja pena é de 3 a 8 anos de prisão, além de multa.
A PGR também cobra dos oito denunciados indenização de R$ 6,8 bilhões, valor que inclui devolução à Petrobras de suposto dinheiro desviado, além de danos morais e materiais.

Segundo a denúncia, entre 2002 e 2016, os oito acusados "integraram e estruturaram uma organização criminosa com atuação durante o período em que Lula e Dilma Rousseff sucessivamente titularizaram a Presidência da República, para cometimento de uma miríade de delitos, em especial contra a administração pública em geral".

Apesar do envolvimento direto do ex-presidente Lula em mais de 477 eventos de lavagem de dinheiro, corrupção e tráfico de influência apontados nas seis ações penais em que figura como réu, o petista desafia as autoridades do país e envergonha os brasileiros perante o mundo lançando-se candidato à Presidência da República do Brasil. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget